top of page

Sobre Ser Terapeuta - O que move o seu paciente?


Alexandre chorou muito em minha frente aquele dia.

.

Eu apenas dei espaço para aquela emoção vir... Fiquei "feliz" em vê -lo inteiro naquela emoção!

.

Ele tinha voltado de um retiro fazia pouco tempo... Sabia que podia vir algo intenso.


Foi quando ele falou sobre o jeito que eu olhava pra ele que o emocionou.


"Ninguém mais olha no olho um do outro por mais de segundos, hoje em dia", ele disse.


No retiro, ele teve a oportunidade de contemplar a presença dele mesmo, receber atenção de cuidadores e experimentar-se de um novo jeito.


Disse que eu fui a única pessoa que sustentou a troca de olhar com ele, após o retiro. E que via um interesse genuíno em eu querer saber dele e o quanto desta característica faltava em seus amigos.


Ele também me emocionou aquele dia: me fez pensar o quão distante estamos uns dos outros diariamente... Pq apenas na terapia ele recebe isso?! Uma vontade enorme dele receber isso sem ter que "pagar", inclusive...


Foram várias questões ❣️


Precisamos lembrar, como Jung mesmo dizia, que, em um setting terapêutico, é um encontro de duas almas! Antes de qualquer teoria e técnica!


Marcela Jacob


Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page