top of page

Perfeccionismo e Cegueira


Lembro sempre de um exemplo que o Leandro Karnal deu em uma palestra (provavelmente com palavras mais bonitas que estas minhas): "eu aprendi a andar mais ou menos com um ano de idade, e agora com meus cinquenta e poucos, ainda continuo tropeƧando, mesmo este sendo o comportamento que mais pratico, portanto, deveria ter maestria". šŸ¤”


Isso Ć© fato, o erro Ć© inerente ao ser humano, e buscar intensamente a perfeiĆ§Ć£o pode trazer inĆŗmeros sintomas, conheci pessoas e pacientes que acabaram por criar um mundo ilusĆ³rio de que nĆ£o erram, para bancarem esta busca e sustentarem esta imagem de 'perfeitos'; ou pessoas que desenvolveram quadros ansiosos e/ou depressivos..

Ao errar, buscam mais a perfeiĆ§Ć£o, temem o erro e tem dificuldade em assumi-lo, ao invĆ©s de buscar desenvolver competĆŖncias para aprender a lidar com o erro, quando acontece.



Como Ć© importante ter autoconhecimento, para permitir expressar jogo de cintura e flexibilidade consigo.


Marcela Jacob

PsicĆ³loga


Posts recentes

Ver tudo
bottom of page