Buscar
  • Vitalidade Integrada

O Pilates para Lutadores


O Pilates foi desenvolvido por Joseph Pilates, tendo como inspiração movimentos de dança (ballet), circo, ginástica olímpica, yoga e até artes marciais, sendo que o próprio criador chegou a ser pugilista profissional.

O método tem uma série de princípios que são de muita importância para qualquer pessoa, ainda mais para atletas, entre eles os lutadores, veja o porquê:

- Respiração: Uma respiração correta é essencial para que o lutador consiga dosar o seu gasto de energia, principalmente no que se refere ao trabalho cardiopulmonar, e consiga durar na luta sem perder o “gás”.

- Concentração: Não adianta nada o lutador se preparar fisicamente para uma luta e não comparecer mentalmente. Ele precisa estar ligado, focado em tudo ao seu redor para não acabar na lona.

- Alinhamento postural: Uma postura adequada é necessária para que o atleta se posicione de maneira correta no ringue, cage ou tatame, já que cada estilo de luta tem uma postura ideal de ataque e defesa.

- Relaxamento: Evitar tensões ou contrações em excesso faz com que o lutador diminua seu gasto energético durante o treino ou luta e consiga se concentrar melhor.

- Controle: Ter consciência dos movimentos e posicionamento do seu próprio corpo permite ao lutador evitar compensações desnecessárias, dar golpes mais contundentes e se esquivar com mais habilidade dos golpes adversários.

- Fluência: Realizar os movimentos harmoniosamente, ritmados com a respiração pode ajudar tanto no ataque, já que gritar ou expirar forçadamente durante o golpe aumenta sua potência, quanto na defesa, quando sabemos que um golpe no abdome, por exemplo, é melhor absorvido durante a expiração do que na inspiração.

- Precisão: É a perfeita comunicação entre corpo e mente, trabalhando intimamente com o controle. Uma boa precisão evita que seus golpes passem no vazio e sua defesa mais apurada.

- Coordenação: Harmonizar os movimentos do corpo com destreza permite que o lutador tenha a habilidade de se movimentar com mais agilidade, além de conseguir fazer mais movimentos simultâneos ou combinados para atacar e se defender.

- Isolamento de estruturas: Durante certos momentos da luta o atleta precisa conseguir movimentar algumas partes do corpo sem mover outras para não perder uma posição no chão, por exemplo.

- Centralização (Power House ou Core): Estar com o centro do corpo acionado e estabilizado é necessário para manter-se equilibrado. Além disso, todo golpe ganha potência se partirem do centro do corpo e não somente da força dos braços ou pernas.

Seguindo esses princípios, o Pilates é capaz de trabalhar vários fundamentos: força, fazendo com que os golpes fiquem mais potentes; flexibilidade, permitindo que o atleta tenha mais alongamento e consiga aguentar mais tempo antes de bater durante uma finalização, tendo mais chance de “raspar”; agilidade, dando maior velocidade ao lutador; equilíbrio e estabilidade, diminuindo a chance do adversário derrubá-lo.

Sendo assim, pode-se concluir que o Pilates é um método que pode complementar de forma significante a rotina de treinos de um lutador, seja ele amador ou profissional.


Texto por Fernando Pripas – Fisioterapeuta e Cutman de MMA

1 visualização
Clinica.png

© 2017 Clínica Vitalidade Integrada. Todos os direitos reservados. 

RE: 6977-SP
Rua Purpurina, 155 - Conjunto 96 - Vila Madalena - São Paulo - SP
Tel.: (11) 2495-1239 /  99892-7936

  • whatsapp-logo-variant
  • Ícone do Facebook Preto
  • Ícone do Instagram Preto