Qual a sua Disposição Interior para viver?


🔹Um foco importante no trabalho do acupunturista é acessar e entender qual é a disposição interna do paciente.

.

⁉️Com que disposição interior ele acorda / vive?

.

➡️“Que medo de viver! Do que terei que me proteger hoje?” ou

.

➡️“Oba! Mais um dia pela frente!” ou

.

➡️ “Quero conseguir aquele trabalho!” ou

.

➡️ “Com quem vou brigar?” ou ...


.

🔸É a nossa disposição interna que dá forma para tudo que vemos, vivemos, sentimos... e inclusive, para nossos sintomas.

.

👩Uma paciente que atendo tem em sua disposição interna um medo muito grande de não ser aceita como é. E isso está presente em tudo que ela vive!

.

👩‍🏫 Não permite ser si mesma, sempre acha que tem que ser mais responsável, é exigente com seus comportamentos, exige esforço e dedicação dos outros também (‘afinal, é assim que se vive a vida, não é?’ sic).

.

🔸Vive se comparando com todos, observa as qualidades de cada pessoa e percebe que o outro é melhor que ela (logo, será melhor reconhecido e aceito que eu).

.

🔹E isso, neste caso, aconteceu lá no início da vida dela, da forma que entendeu seu lugar em sua família. E isso é possível ser reinterpretado – ressignificado.

.

❣️Pensa no tamanho de uma transformação de vida ao transformar a sua Disposição Interior! 💬

.


💜“O Coração esconde um Coração. No centro deste Coração, há ainda um Coração. O Coração deste Coração, a disposição interior (propósito) precede as falas, da disposição interior procede o enformar (xing 形), do enformar procedem as falas, das falas procedem o pôr-se em obra (shi 使), do pôr-se em obra procede a regulação (zhi 治). Sem regulação, não se escapa à desordem (luan 亂), uma desordem que leva à morte”. GUANZI capítulo 49 - Arte do Coração 🧡


Texto inspirado em trechos da aula da Mestre Elisabeth Rochat.


Marcela Jacob

Acupunturista

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo