• Vitalidade Integrada

Prevenção de Quedas em Idosos

O envelhecimento da população brasileira é um fenômeno atual, que se faz mais presente a cada dia que passa.

Com o decorrer do processo de envelhecimento, o indivíduo passa por alterações na visão e audição, apresenta diminuição da massa muscular, pode apresentar deformidades músculo-esqueléticas, bem como alterações no equilíbrio, no andar e nas funções diárias. Também é recorrente o aparecimento de doenças crônico-degenerativas.

Todos esses fatores podem levar ao risco de quedas e estas, podem ser frequentes, caso o indivíduo não fique atento às suas atividades do cotidiano, aos detalhes em seu domicílio e aos cuidados com sua saúde.

As quedas dentro do domicílio são as mais frequentes entre os idosos. Para evitá-las, podemos adotar algumas adaptações no ambiente:

* Retirar tapetes da casa ou fixá-los ao chão com fitas adesivas antiderrapantes;

* Manter ambientes de circulação livres, sem a presença de móveis e/ou objetos pelo caminho;

* Colocar corrimão em escadas;

* Adequar iluminação nos cômodos da casa;

* Ter fácil acesso aos interruptores de luz quando precisar levantar da cama durante à noite;

* Manter pisos adequados para andar pela casa. Não deixá-los escorregadios e/ou molhados. Fazer manutenção de tacos soltos;

* Manter objetos de utilização frequente organizados em locais de fácil acesso, a fim de evitar a utilização de escadas e/ou bancos para subir e alcança-los;

* Utilizar sapatos adequados, flexíveis, com tamanho confortável aos pés (não pode ficar apertado e também não pode ficar folgado), solado antiderrapante, sem saltos altos.


Dra. Larissa A. P. de Viveiro

Fisioterapeuta

Crefito-3/151919-F

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo