Ā 

Dia do Acupunturista - 23 de MarƧo


Dia do Acupunturista

šŸ§” Trago uma reflexĆ£o do nosso papel como acupunturistas de um texto lindĆ­ssimo da minha grande mestre Elisabeth Rochat! ā›©ļø

šŸ”¹ " Uma relaĆ§Ć£o se estabelece sempre que seres se encontram. Ela Ć© ainda mais forte quando esses seres se focalizam um no outro, dirigindo a atenĆ§Ć£o para o outro, como Ć© o caso entre o paciente e o terapeuta.

šŸ”¹O terapeuta deve se abrir suficientemente para perceber o desequilĆ­brio do paciente e ao mesmo tempo manter-se ele mesmo em um equilĆ­brio o mais perfeitamente possĆ­vel, sem ao mesmo tempo manifestar nenhuma oposiĆ§Ć£o. Isso nĆ£o Ć© feito simplesmente, mas unicamente por uma pratica guiada, um constante trabalho sob si mesmo.

šŸ”¹O terapeuta deve conhecer os movimentos do qi e seus modelos de interaĆ§Ć£o para estimar suas desordens no paciente e poder trabalhar em suas retificaƧƵes no paciente e tambĆ©m em si mesmo.

šŸ”øEle deve lapidar constantemente suas percepƧƵes do qi e sua compreensĆ£o de suas mĆŗltiplas manifestaƧƵes.

šŸ”øUm terapeuta cujo os sopros estĆ£o equilibrados envia uma mensagem de retificaĆ§Ć£o ao paciente que intervĆ©m o tratamento de uma maneira nĆ£o manipulĆ”vel mas real, ao lado de tudo o que o terapeuta cultiva estritamente na relaĆ§Ć£o para um melhor conhecimento e entendimento: calma do lugar, escuta benevolente da pessoa , consideraĆ§Ć£o de sua histĆ³ria, de seu terreno, etc.

šŸ”¹ Retirar um sintoma para que outros apareƧam em seguida pois nĆ£o se atingiu sua raiz nĆ£o Ć© interessante. O que importa Ć© nutrir a vida.

šŸ”øQuem poderia se contrapor ao desejo legĆ­timo do terapeuta de curar seu paciente? NĆ£o se trata de nĆ£o querer curar seu paciente, e sim de nĆ£o de se bloquear nesse desejo, ter necessidade para si mesmo. Para que serve esse desejo do terapeuta se ele existe para participar Ć  sua autossatisfaĆ§Ć£o, para lhe enviar uma boa imagem de si mesmo? NĆ£o somente isso nĆ£o serve para nada para o paciente, como pode prejudica-lo, pois, a presenƧa de um desejo, mesmo aquele de aparĆŖncia legĆ­tima e melhor, por um lado, Ć© um obstĆ”culo Ć  abertura do espĆ­rito no mundo sensĆ­vel hĆ” tudo o que que estĆ” para ser observado e interpretado do outro, e por outro lado, ao mistĆ©rio mesmo da vida".

.

Feliz dia do Acupunturista šŸ˜ŠšŸ™šŸ„°


Texto na Ć­ntegra: http://elisabethrochat.blogspot.com/2017/02/a-relacao-paciente-e-terapeuta.html

0 visualizaĆ§Ć£o0 comentĆ”rio

Posts recentes

Ver tudo
Ā