De repente Mãe!


De repente eu estava grávida!

Um turbilhão de emoções aflorando de uma só vez, me senti dentro de um liquidificador. As primeiras doze semanas, as mais loucas e enjoadas da minha vida. E agora, o que comer? O que pensar? E meu pilates? Não podia continuar treinando sozinha! Agora eu tenho um serzinho dentro do meu “centro de força”. Procurei a orientação da minha amiga especialista em gestantes, Lina Cadamuro. Choramos juntas de emoção!

Vamos colocar em prática o que ensinamos! Foram exatamente 26 semanas de encontros semanais, praticando o pilates, aquele que ensino e prático há mais de oito anos, de uma forma diferente…. com suavidade e força, com mais paixão e vigor, com respeito ao serzinho, e colocando o core para trabalhar mais ainda. E aquele dia em que a barriga pesava, tinha um exercício para aliviar a dor, e aquele dia em que eu estava com pique total, foi o momento de pensar, qual tipo de parto eu queria.

Vamos tentar o parto normal? E assim seguiu até onde meus quadris e pernas e coração pediram para descansar…. só em pensamento, por que o pilates na bola foi indispensável no dia do trabalho de parto!

Começaram as contrações ritmadas, Lina, o que eu faço? Descanso? Não: senta na bola e levanta da bola! Caminha, agacha e levanta, contrai e solta! Respira… e dia 8 de setembro de 2015 as 20h21, de parto normal, ganhei meu melhor e maior presente, pequenino Vinicius.

Pilates, como você foi fundamental na minha vida, no momento mais importante dela.


Meu primeiro dia das mães ♡ Feliz Dia das Mães!


Mônica Oliveira

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo