Buscar
  • Vitalidade Integrada

A respiração no Pilates


Inspira, expira, não pira!!!


A respiração no Pilates

Hoje em dia, muito se fala na importância da respiração para o relaxamento, redução do estresse, melhora do raciocínio e da qualidade do sono. Muitos exercícios de meditação e yoga são baseados na respiração.

Joseph Pilates, em sua infância, sofria de asma, raquitismo e febre reumática. Influenciado pelo pai ginasta, pela mãe naturopata e com muito estudo, se dedicou à melhora da sua saúde e força, sendo que as técnicas respiratórias foram fundamentais para o desenvolvimento de suas aptidões físicas.

Segundo Joseph Pilates, “Respirar é o primeiro e o último ato da vida”. A respiração tem a finalidade de limpar a corrente sanguínea através da oxigenação, reabastecendo o organismo com ar fresco e expulsando os gases nocivos. Ela deve ocorrer a partir de inspirações e expirações completas e tem papel importante na execução dos exercícios, sendo a respiração adequada um dos princípios do Pilates.











É comum os pacientes/alunos iniciantes de Pilates terem dificuldade em coordenar a respiração com a execução dos exercícios, muitas vezes a respiração fica curta, e é difícil respirar corretamente. Muita calma nessa hora! Com o treino, fica fácil perceber que a respiração é uma verdadeira aliada à melhora do desempenho nas atividades. A respiração auxilia na contração dos músculos do core ou caixa de força, auxiliando a estabilização da coluna e prevenindo dor e lesão. “Portanto, acima de tudo, aprenda a respirar corretamente” e bom treino!



Adriana Elisa Sellmer Fisioterapeuta

1 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo