A auriculoterapia é uma técnica da Medicina Tradicional Chinesa (MTC) de diagnose e terapêutica realizada na orelha através de agulhas ou outros estímulos, promovendo regulação energética nos meridianos, homeostase física e psicossomática.

A nomenclatura auriculoterapia é de origem latina, aurícula = pequena orelha e therapien = tratamento, há indícios de que este termo surgiu na década de 50 sendo utilizada pelos franceses, mais precisamente por Paul Nogier.

 

No entanto a acupuntura auricular é bem mais antiga. Um dos primeiros relatos escritos da técnica é no livro do Imperador Amarelo, por volta do séc 27 a.C., onde Huang Ti, imperador chinês escreveu: “a orelha não é uma estrutura isolada do corpo, pois tem relação com os órgãos internos e os meridianos”. Com estes escritos verificamos que a orelha tem a representação do corpo todo. Podemos assim, avaliar e tratar qualquer alteração energética existente no corpo.

Em um tratamento de auriculoterapia costuma-se seguir os seguintes passos:

  1. Primeiro avaliamos a coloração da orelha e de pontos específicos, além de outras alterações cutâneas, morfológicas e observamos os vasos sanguíneos.
  2. Correlacionamos esses achados com os locais em que eles aparecem na orelha, e, utilizando mapas auriculares que possuem a representação do corpo, chegamos a uma diagnose.
  3. Temos agora o local no organismo onde o paciente apresenta uma alteração energética recente ou crônica e podemos utilizar deste mesmo ponto na orelha para tratá-lo.
  4. Colocamos então uma agulha de acupuntura auricular que proporcionará o equilíbrio energético.

A auricoloterapia é indicada para insônia, dores na coluna, ajuda no combate a vícios como tabagismo e compulsão alimentar, alergias, problemas gastro-intestinais, entre outros, proporcionando assim um equilíbrio energético e propiciando uma melhor qualidade de vida.

 

Maria Fernanda Jacob

 

Add comment
  • No comments found
Compartilhe:
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn