No esporte brasileiro, os treinadores, que frequentemente são ex-atletas, são chamados de “professores”por seus atletas, e os professores de educação física são os "tios e tias” das escolas e academias. Esse fato ilustra a cultura popular de que a experiência de ex-atletas é mais valorizada do que o profissional que vem da base teórica. Paralelamente, o sistema educacional hoje questiona a importância do Profissional de Educação Física nas escolas, mas ao longo dos anos, as gerações estão perdendo repertório motor, principalmente pela falta de estímulo. Assim nos definimos com uma geração de grande tecnologia, grandes avanços científicos, e graças a eles, estamos vivendo mais, e como é ótimo sabermos disso!!! 

 

Mas, em quais condições de saúde? 

 

Nós, professores de educação física, estudamos durante anos,  aperfeiçoando nosso conhecimento sobre o corpo humano, buscando entender movimentos, cadeias, volume, intensidade, mas, pela busca do corpo perfeito segundo o padrão estético do momento, alguns preferem seguir modelos de beleza, ilusões produzidas pela mídia e pelas redes sociais, abrindo mão da segurança de uma orientação especializada.

 

Ser um exemplo faz parte das responsabilidades de ser professor, mas a cultura do corpo, onde um abdômem trincado ou um glúteo definido tem uma importância maior do que a saúde, onde os óbitos ocorrem cada vez com mais frequência em função de cirurgias estéticas, graças à pressão imposta pelas redes sociais, nos faz refletir sobre nossa atitude como profissionais. A importância dessa atitude se mostra na sociedade, quando um professor faz diferença na saúde de seus alunos!

 

Pensar no indivíduo como um todo e não apenas corpo, músculos…

 

Eu agradeço pela sabedoria dos meus pais, e  por cada professor, que me fez e faz pensar que um corpo bonito, não depende apenas de músculos, mas sim na capacidade de integrar o corpo e o movimento, para ensinar e tornar cidadãos conscientes da saúde através do movimento, que é primordial para a vida. 

 

 

 

  

 

  

 

Angela Costa Galdino
Educadora Física
CREF 100549-G/SP

Compartilhe:
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn