Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 24

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 26

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 27

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 28

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 29

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 30
Pulsologia Chinesa

 

 

 

A Pulsologia é um método de diagnóstico oriental que pode informar sobre o estado das energias vitais de um corpo e, consequentemente, sobre sua condição de saúde.

 

“...devem-se apoiar os dedos levemente sobre o vaso arterial, como faz um pássaro que repousa sobre um galho fino e frágil...”
(Retirado do livro: Pulsologia. Autor: Celso Yamamoto)

 

No passado eram usados outros locais, além do pulso radial, para se realizar esse exame diagnóstico. São citados ao todo nove pares de vasos que permitiram a avaliação das pulsações no corpo, com o tempo, porém, esse método foi sendo simplificado, e hoje o pulso radial é o mais utilizado, por ser mais fácil e prático de se palpar. O pulso radial representa um ponto de concentração de energias que facilita a percepção de todos os órgãos e vísceras (Zang – Fu) do corpo.

 

Os pulmões são os órgãos que principiam a vida; é por onde entra o “Sopro do Qi”, permitindo que as energias vitais circulem pelo corpo. Seu meridiano passa sobre a artéria radial, penetrando na mão, onde irá se transformar na energia vital que percorrerá o seu meridiano acoplado do intestino grosso. Ao palparmos a artéria radial sentimos as energias do sangue e do Qi ao mesmo tempo, as quais devem estar em harmonia para termos um pulso normal.

 

Para viver de uma forma saudável e com longevidade, é necessário que se integre as forças do Céu obtidas com a respiração, o Qi da Terra garantido com uma alimentação rica e diversificada, e a energia vital do Homem que se forma da união das energias provenientes de seus pais e ancestrais.

 

Assim, a essência dos alimentos junta-se à da respiração, circulando por todo corpo na forma de sangue, bombeado pelo coração. Também circula como Qi, difundido pelos pulmões, sendo possível, no pulso, sentir a passagem tanto do sangue como da energia do Shou Tai Yin, o meridiano dos pulmões, que é a “reunião de todos os vasos”. Os chineses chamam a energia contida no tórax de Zhong Qi, estando ela relacionada com o Qi do coração, responsável pela movimentação do sangue nos vasos, e com o Qi dos pulmões que capta a energia celestial.

 

Por esses motivos o pulso radial é considerado capaz de captar as energias de todos os Zang-Fu, bem como as suas variações fisiológicas ou patológicas.

 

As pulsações da artéria radial é sentida com três dedos de ambas as mãos: o indicador, o médio e o anular. A mão direita irá examinar o pulso esquerdo do paciente e a mão esquerda tomará o pulso direito.

 

 

Texto por: Maria Fernanda Jacob

Compartilhe:
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn