Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 24

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 26

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 27

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 28

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 29

Strict Standards: Only variables should be assigned by reference in /home/vitalida/public_html/site/plugins/system/gauniversal4joomla/gauniversal4joomla.php on line 30
Febre Amarela: Muito Cuidado!

 

Pouco está sendo dito e divulgado sobre a Febre Amarela. Em alguns municípios do interior de SP e MG casos da doença foram diagnosticados, infelizmente, alguns casos de óbito decorrente desta doença.

 

A Febre Amarela é uma doença de notificação compulsória imediata, ou seja, todo evento suspeito (tanto morte de primatas não humanos, quanto casos humanos com sintomatologia compatível) deve ser prontamente comunicado (até 24 horas após a suspeita inicial) às autoridades locais competentes pela via mais rápida (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. e/ou telefone: 0800-555466 – Para o Estado de SP)

 

Sintomas da Febre Amarela:

Forma Leve: Febre moderada de início súbito, acompanhada ou não de cefaleia, mal-estar e tontura, pode durar algumas horas a dois dias, com evolução espontânea para a cura.

 

Forma Moderada: início abrupto, com febre alta e cefaleia intensa, congestão conjuntival, dores musculares, náuseas e vômitos, prostração e calafrios. Queda dos batimentos cardíacos, Icterícia leve. A partir do 3º dia pode haver cura espontânea ou seguir para a segunda fase (forma grave).

 

Forma Grave: A segunda fase da doença é a mais grave. O vírus ataca o fígado, baço, linfonodos e outros órgãos, refletindo na disfunção desses órgãos. Reaparece a febre e se mantem elevada, dor epigástrica, diarreia e vômitos. Podendo levar a hemorragias do trato intestinal e vias aéreas superiores. Outros órgãos são afetados, como por exemplo o rim.

 

Por ser um vírus muito agressivo e de evolução rápida, podem ocorres óbitos logo no 6º ou 7º dia de início dos sintomas, tendo uma taxa de letalidade próximo a 40%, por isso, devemos estar sempre atentos a prevenção e a imunização.

 

Como o transmissor da Febre Amarela é o mosquito Aedes Aegypti, o mesmo que transmite a dengue, o Zica Vírus e a Febre Chikungunya, devemos reforçar os cuidados contra este mosquito e sua proliferação, ainda mais nesta época de verão onde ocorrem mais chuvas.

 

A prevenção da Febre Amarela se dá através da vacinação. Ela é gratuita, distribuída pelo SUS, no posto de saúde mais próximo da sua residência.

 

A imunidade ocorre a partir do 10º dia após a vacinação, perdurando por um período mínimo de 10 (dez) anos, sendo necessário uma dose de reforço de 10 em 10 anos.

 

Vacine-se. Vamos todos lutar contra a Febre Amarela!! 

 

(Texto: Fabio Vicentine)

 
Compartilhe:
Submit to FacebookSubmit to Google PlusSubmit to TwitterSubmit to LinkedIn